Receba dicas grátis!

Qual é a função de uma leiloeira?

Antigamente, quando se falava em leilão, a imagem que vinha a mente era a de uma série de itens valiosíssimos, como joias e obras de arte, sendo anunciadas por valores exorbitantes naquele contínuo “dou-lhe uma, dou-lhe duas” em meio a uma plateia de pessoas do mais alto escalão social.

Uma realidade muito distante para a grande maioria da população e justamente por isso, não havia muita informação circulando sobre o assunto.

Mas hoje vivemos a era da informação e a realidade sobre os leilões mudou bastante ao longo dos anos. Hoje a prática se tornou mais popular e participar de um leilão está bem mais acessível.

E a leiloeira? Já parou para pensar que o trabalho de quem está lá na frente vai muito além de bater o martelo? Então continue lendo e descubra um pouco mais sobre o que faz uma leiloeira.

“Eu ouvi o rapaz de verde dizer 100, quem dá mais?”

Talvez você não saiba, mas para conduzir um leilão é preciso muito mais do que vontade. Para trabalhar como leiloeira, a pessoa precisa cumprir com alguns pré-requisitos e seguir regras bem definidas.

Alguns desses requisitos são os de possuir mais de 25 anos, ser um cidadão brasileiro em pleno gozo de seus direitos civis e políticos, além de residir no local onde pretende exercer a profissão há pelo menos 5 anos.

Para exercer a função de leiloeira, a pessoa precisará ser nomeada pela Junta Comercial do Estado em que reside e só lhe é permitido atuar naquele estado. Cada estado tem um número limite de leiloeiros atuantes estabelecido pela Junta, por isso é necessário aos interessados em exercer a profissão, consultar a disponibilidade de vagas.

Todas as regras e normas que regulam a função de uma leiloeira estão detalhadas no Decreto Federal 21981/32. Dentre essas normas estão as proibições a leiloeira de constituir sociedade, exercer a função em domingos e feriados e até de adquirir para si bens que ela própria tenha sido encarregada de leiloar. Tudo passível de multa ou até mesmo destituição da função.

O que faz uma leiloeira, afinal?

Cumprindo todas as exigências estabelecidas por lei, a leiloeira é a pessoa (ou instituição) responsável por organizar e conduzir o leilão. Não só isso, mas também, no caso de bens móveis como joias e outras coisas, é responsabilidade da leiloeira zelar pela preservação dos itens a serem leiloados.

Atualmente o que tem crescido é a prática de leilão de imóveis, na maioria das vezes realizados virtualmente. Nesses casos, a leiloeira é responsável por divulgar o edital de leilão previamente, dispondo todas as informações referentes aquele leilão e ao imóvel a ser leiloado, como os valores para lances mínimos e incrementos mínimos, além das condições do imóvel e condições de pagamento.

A leiloeira é a pessoa que detém as informações cruciais a respeito do negócio em questão, é a intermediadora entre o comitente e o público. Por isso, para quem deseja participar de um leilão, é de grande importância estar devidamente informado sobre os deveres e os direitos do profissional que está lá na frente batendo o martelo.

E então, conseguiu entender um pouco melhor sobre qual é a função de uma leiloeira? Deixe seu comentário abaixo!

Adicionar comentário