Receba dicas grátis!

As 4 melhores aplicações para investidores

Em tempos de crise, é sempre bom poder contar com uma reserva financeira para emergências ou até mesmo para custear projetos pessoais, como viagens, aquisição de bens ou o início de um novo negócio.

Esse é o principal objetivo dos investidores: aplicar um valor de forma a fazê-lo crescer e poder resgatar o lucro posteriormente. Por falta de conhecimento, muitos ainda se sentem inseguros em investir, acreditando que manter o dinheiro guardado em uma poupança é a melhor opção.

Mas, quem nunca ouviu falar que “dinheiro na mão é vendaval”? A verdade é que dinheiro parado não rende e, geralmente, acaba sendo gasto sem que se perceba. Conheça nesse artigo as melhores opções de aplicações para investidores e se torne já um investidor.

Aplicações para investidores iniciantes

Na realidade, as aplicações que listaremos a seguir não são só para investidores iniciantes, mas são boas opções para quem está querendo começar a investir e não entende muito do assunto, pois oferecem uma boa relação entre segurança x rentabilidade.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é uma plataforma online que reúne todas as opções de investimento em títulos públicos. Investir em títulos públicos é, basicamente, fazer um empréstimo ao governo, para receber posteriormente esse valor corrigido.

É possível escolher entre títulos que tem sua rentabilidade pré-fixada ou pós-fixada, sendo essa última opção podendo ser ainda calculada a partir da taxa básica de juros (Selic) ou da inflação (IPCA).

Dentre as aplicações para investidores, é considerada uma das mais seguras, pois conta com a garantia do Tesouro Nacional. Além disso, a variedade de opções títulos e o fato de se poder investir a partir de R$ 30,00 o tornam muito atraente.

CDB (Certificado do Depósito Bancário)

Funciona de forma semelhante aos títulos públicos, com a diferença de que você vai estar “emprestando” o seu dinheiro aos bancos e não ao governo. É aconselhável que se escolha grandes bancos para comprar os títulos, para minimizar os riscos.

Os CDB’s tem a cobertura do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que garante até R$ 250 mil por CPF, sendo portanto aconselhável manter seu investimento abaixo desse valor.

LCI (Letras de Crédito Imobilíario)

Semelhante aos dois tipos citados anteriormente, ao investir em LCI, você estará fazendo um empréstimo a uma instituição, com a diferença de que o seu dinheiro será utilizado para financiar o setor imobiliário.

Tem sido considerada uma ótima opção dentre as outras aplicações para investidores, por ter isenção do Imposto de Renda. Além disso, assim como no CDB, conta a com a garantia do FGC.

Investindo em imóveis

Investir em LCI é uma maneira indireta de investir no setor imobiliário, mas existem outras formas, como os fundos imobiliários, por exemplo. É um consenso geral que investir em imóveis é uma opção rentável e segura, já eles constituem uma necessidade primária de qualquer pessoa.

Investir em fundos imobiliários pode ser uma ótima alternativa para quem deseja usufruir dos lucros gerados por um imóvel, sem precisar desembolsar o valor integral nem arcar com os custos de manutenção e administração.

Para investidores interessados em ingressar no mercado imobiliário, uma das melhores maneiras de começar é participando de leilões de imóveis, onde se pode encontra excelentes opções a preços muito atrativos.

Esse artigo sobre as 4 melhores aplicações para investidores ajudou você? Comente abaixo!

Adicionar comentário