Receba dicas grátis!

Veja as vantagens de investir em leilão hoteleiro

leilão hoteleiro

Os leilões, ainda que não sejam a modalidade mais usada por investidores que desejam ganhar dinheiro com imóveis, oferecem boas oportunidades, já que permitem a eles comprar imóveis por preços menores que os de mercado.

São muitos os tipos de imóveis que podem ser adquiridos em leilões: casas; apartamentos; sobrados; estabelecimentos comerciais; hotéis.

Neste post, vamos analisar as vantagens de investir em leilão hoteleiro.

Os hotéis constituem grandes empreendimentos

Os hotéis são grandes empreendimentos e constituem empresas especiais, cuja finalidade é a prestação de serviços de acomodação de pessoas, seja por uma noite ou por vários dias.

Não precisa ser um grande hotel luxuoso, pode mesmo ser um hotel simples, mas que mantenha boa infraestrutura e serviços de boa qualidade.

Certamente, adquirir hotéis não é um processo tão fácil, mesmo para investidores que já atuam há muitos anos no mercado imobiliário. No leilão relacionado a hotéis, esses investidores terão a oportunidade de arrematar grandes empreendimentos por valores muito mais acessíveis e a depender do caso, com a possibilidade de pagar a prazo, como em um financiamento.

Os itens são ofertados a preços acessíveis

Muitos hotéis estão recorrendo aos leilões para se desfazer de itens mais antigos e modernizar seus equipamentos e mobílias. Isso quer dizer que é possível arrematar grande objetos por preços que podem ser mais acessíveis que uma compra direta nas lojas do mercado.

Considere o exemplo do Hotel Marina Palace (Rio de Janeiro) que, no final de 2017, leiloou uma série de itens. Presume-se que o hotel retornará em 2021 no Leblon com o nome de Royal Tulip.

Os leilões dos itens se iniciaram em dezembro de 2017 e continuaram em janeiro de 2018. Os lotes somaram 1.185 itens, entre os quais destacaram-se: quadros decorativos com lances iniciais de apenas R$ 10,00; utensílios e peças de cozinha com lances iniciais de R$ 4,00; 33 peças de banheiro em um lote que teve lance inicial de R$ 660,00; criados-mudos com lance inicial de R$ 100,00; outro lote composto por abajures, relógios e luminárias a partir de R$ 140,00.

Também foram ofertados equipamentos de cozinha industrial e restaurante com lances iniciais de R$ 40,00.

Como se vê, havia opção de compra para investidores de diferentes perfis econômicos.

A hotelaria e o leilão hoteleiro

O setor hoteleiro tem recorrido aos leilões para inovarem seu mobiliário ou encerrarem algumas unidades. Os resultados para os hotéis tem sido vantajoso e o mesmo se pode dizer dos investidores que participam de leilão hoteleiro, visto que conseguem bens móveis e imóveis por preços menores e podem negociar com eles, ganhando lucros.

É possível, aos arrematantes, manter os bens e gerar renda também, por meio de locação ou prestação de serviços.

Muitas redes de hotel vêm usando os leilões para vender seus ativos. Entre os hotéis renomados, destacam-se o Copacabana Hotel, Hilton, Sofitel, Meliá, Pulmann, The Capital e outros. O Sofitel Copacabana, por sinal, arrecadou em um leilão hoteleiro, no ano de 2016, um total de R$ 700 milhões. Em 2017, essa mesma rede leiloou obras de arte e instrumentos musicais, como o piano Essenfelder de sua suíte presidencial.

Anos antes, em 2014, a terceira maior rede hoteleira do Brasil, a Brazil Hospitality Group (BHG), através de leilão, conseguiu fazer um alto investimento: R$ 15 milhões na reforma e na ampliação do hotel, construindo 150 apartamentos com vista para o litoral.

O investidor e o leilão hoteleiro

O bom investidor em imóveis deve visualizar essas oportunidades e investir em leilão hoteleiro para ampliar sua área de atuação no segmento imobiliário. Hoje em dia, os leilões não são tão complicados como antes devido à acessibilidade por meio da internet. O investidor pode fazer seus lances online e acompanhar todo o processo sem sair de casa.

Toda a pesquisa pode ser feita através de alguns cliques. O investidor entra em um site específico, verifica os bens ofertados em diferentes cidades do país, as características de cada imóvel, as datas e os horários de realização, os lances mínimos. Depois, é só decidir onde ele prefere efetivamente investir.

O que você acha de investir em leilão hoteleiro? Aproveite e deixe seu comentário!

Adicionar comentário