Receba dicas grátis!

5 dicas para participar de um leilão de imóveis

leilão de imóveis

A busca pelos leilões de imóveis atrai cada vez mais interessados em fugir do aluguel ou fazer novos investimentos. Essa prática coloca em xeque imóveis retomados por falta de pagamento, seja de forma judicial, seja de forma extrajudicial.

Além do preço ofertado muito abaixo do mercado, que torna o leilão de imóveis bastante atrativo, é fácil participar de um. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, seu funcionamento é bem simples. Quem vai pela primeira vez, logo entende porque esse sistema de compra é tão empolgante e compensador.

Ficou curioso? Reunimos 5 dicas para você participar de um leilão de imóveis, presencialmente ou online. Acompanhe!

1. Procure as informações certas

O primeiro passo para se tornar um adepto dos leilões é se preparar. Para fazer isso, você deve saber quais são as informações essenciais a serem pesquisadas. No caso de imóveis, por exemplo, é fundamental ter conhecimento sobre as dívidas antigas, IPTU, taxas, condomínio, checar os documentos e se atentar para o edital.

Outro ponto importante é encontrar leiloeiros de confiança, que tenham sites seguros e boas referências no mercado.

2. Faça a sua habilitação

Qualquer pessoa, física ou jurídica, sendo maior de idade, pode participar de um leilão. No caso do leilão de imóveis online, só é preciso fazer uma habilitação prévia, realizando um cadastro e enviando digitalmente os documentos necessários para o leiloeiro.

Recebendo a resposta afirmativa sobre a sua habilitação, basta fazer o login e escolher o leilão que deseja participar para começar a ofertar lances.

3. Muita atenção ao ler o edital

O edital de um leilão de imóveis é tão importante que merece um tópico só para ele. Essa parte pode ser considerada trabalhosa, mas não subestime essa dica. É no edital que você vai verificar as formas de pagamento e terá acesso a todas as informações e regras sobre o leilão.

Nesse documento você também encontra possíveis dívidas do imóvel e informações adicionais que vão ajudar a decidir se vale ou não a pena investir nesse lote.

4. Verifique se o imóvel está desocupado

Grande parte dos imóveis leiloados ainda está ocupado e isso pode trazer dor de cabeça para quem tem pressa de utilizar o seu bem. Ao arrematar em um leilão, o novo proprietário recebe uma carta de arrematação para solicitar a desocupação do imóvel.

Mesmo assim, corre-se o risco de enfrentar problemas judiciais por isso. Logo, vale buscar mais informações sobre a ocupação do bem de seu interesse.

5. Dê um lance baseado em pesquisas

Mais uma vez, uma dica que reforça as pesquisas na hora de participar de um leilão de imóveis. Essa é realmente a chave para aproveitar ao máximo o que os leilões podem oferecer. No caso do seu lance, principalmente.

Para fazer um bom negócio, não basta ter em mente o quanto você quer gastar. É preciso conferir o preço de imóveis semelhantes na região, ir atrás de informações em imobiliários e estipular um teto para não ser influenciado pela dinâmica do momento e deixar se levar pelo valor.

Como vimos, o funcionamento de um leilão é simples e fácil de entender. No entanto, quem deseja participar desse tipo de prática precisa ficar atento às dicas citadas, a fim de ter uma experiência agradável e segura.

Dicas anotadas? Esperamos que elas sejam úteis em seus próximos leilões de imóveis. E se ficou alguma dúvida, envie para nós nos comentários!

Adicionar comentário