Receba dicas grátis!

3 benefícios do leilão imobiliário para o investidor

Todos sabem que investir no mercado imobiliário é promissor. Mas há várias maneiras de fazer isso. Pode-se, por exemplo, comprar e vender casas, apartamentos, terrenos como corretor autônomo ou parceiro de alguma imobiliária. Também é possível investir em fundos imobiliários. Outra opção é alugar imóveis.

Mas os leilões também são opções de investimento imobiliário. E a demanda por essa modalidade de investimento vem aumentando na medida em que são observadas suas vantagens. A seguir, apontamos 3 benefícios que investidores imobiliários adquirem com leilões!

1. Os investidores contam com ampla segurança

O investimento em leilões tem segurança porque todo o negócio é realizado com valores pagos em juízo. Isso significa que desde o processo de enviar o bem para ser leiloado até sua desocupação, tudo é efetivado com orientação jurídica.

É importante, contudo, avaliar a empresa que realiza leilões, pois nem todas são dignas de confiança. Conhecer sua reputação é uma forma de os investidores imobiliários avaliarem se realmente ela trabalha da forma certa.

De qualquer maneira, os leilões são realizados com transparência, pois se trata de uma licitação. Todas as suas condições são publicadas através de editais, que são documentos valiosos para quem deseja participar do evento. Ou seja, devem ser lidos com todo cuidado.

2. Os leilões são investimentos rentáveis

A rentabilidade proporcionada por uma compra em leilão está muito relacionada à economia que o investidor pode conseguir. Por exemplo, diga-se que uma determinada casa tem um preço de mercado de R$ 350 mil. Caso ela tenha sido afetada pela crise e tiver passado por alguma desvalorização, o preço do imóvel pode cair e ficar, por exemplo, em torno de R$ 330 mil.

Os leilões podem diminuir o preço do imóvel pela metade. Assim, a casa ficaria no valor aproximado R$ 165 mil. Então, nesse caso, seria muito vantajoso para os investidores imobiliários comprarem por esse preço uma casa que, a princípio, tinha um valor de mercado equivalente a R$ 350 mil.

Mesmo que, na hora de revender, eles não consigam esse valor devido o processo de desvalorização, ainda assim o negócio continua a ser rentável. Além disso, o imóvel pode ser alugado, gerando renda mensal. No final de tudo, se a pessoa comprar a casa por esse preço para morar ou para dar a um filho ou aos pais, também fará um bom negócio, já que representa aumento de patrimônio e garantia de segurança para a família.

3. Os investidores imobiliários compram o que conhecem

Alguns podem contestar essa afirmação, considerando que nem sempre é assim, principalmente se o leilão for realizado de forma eletrônica. Mas a verdade é que leilões não costumam fazer publicidades enganosas, nem pretendem gerar nos potenciais participantes expectativas ilusórias.

Nos leilões presenciais ou nos leilões online, a empresa organizadora marca dias e horários para visitas e para um conhecimento antecipado do lote que será leiloado. Além disso, nos respectivos sites podem ser postadas fotos autênticas e detalhadas de cada imóvel. Não há motivos para fazer postagens falsas, e nem espaço para isso, uma vez que, como já foi dito, os processos se efetivam sob orientação jurídica.

Finalmente, o edital contém todas as informações sobre o bem, o estado em que se encontra, onde está localizado, as condições de pagamento, se será um leilão judicial ou extrajudicial, se ainda está ou não ocupado e outras coisas.

Eis, portanto, 3 importantes benefícios que os investidores imobiliários conseguem quando compram imóveis em leilões organizados por empresas de confiança: segurança, rentabilidade e conhecimento prévio do bem que pretende comprar.

Agora que você já viu 3 benefícios dos leilões em geral, aproveite para conferir 5 vantagens dos leilões de consórcio imobiliário!

Adicionar comentário